Code -->
Close

Menos limitações,
mais liberdade.

Tenha os melhores cuidados para seu joelho e conquiste de volta a sua qualidade de vida!

ATENDIMENTO EM FLORIANÓPOLIS -SC

Dor no joelho

Dor no joelho: o que pode ser?

Segundo o Dr. Silvio Passarini Jr, ortopedista que atende em Florianópolis, a dor no joelho pode significar inúmeras patologias e depende de fatores como idade, sexo, atividades de rotina, etc. Muitas vezes, a dor do joelho é proveniente do contato entre a patela e o fêmur. Essa patologia é denominada Síndrome Femoropatelar ou Condromalácia. Muito comum em mulheres, pode ser consequência tanto de um desbalanço muscular, quanto da própria anatomia constitucional do membro inferior e sua relação com o joelho.

Outras patologias como artrose, bursite, tendinite, doenças reumatológicas, lesão meniscal (ou seja, dos meniscos) e osteocondrites também são encontradas rotineiramente pelos ortopedistas.

Dr. Silvio Passarini Jr

CRM-SC 24058 | TEOT 10070 | RQE 14505

Formado em 2001 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, completei minha residência médica em Ortopedia pela Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro em Janeiro/2005.

 

Na busca de complementar minha formação nas áreas de Cirurgia do Joelho e Trauma do Esporte, participei de um Fellowship na renomada Clínica Campbell em Memphis, Tennessee, EUA, durante o ano de 2005, retornando no início de 2006.

 

Ao longo desses anos venho dedicando minha atuação nas áreas de Reconstrução ligamentar, Reparo de lesões meniscais e da cartilagem e nas cirurgias de Artroplastia do Joelho.

 

Para os casos em que julgo não necessitarem cirurgias, considero a reabilitação física, o uso de medicações e aplicações de Ácido Hialurônico intra-articular (também conhecido como Viscossuplementação), excelentes alternativas.

 

Gosto de ver meus pacientes retornando às suas atividades do cotidiano o quanto antes. Ativos e sem dor.

Dr. Silvio Passarini Jr

Atendimento

Convênios

Instituto Catarinense de Ortopedia e Traumatologia

Instituto Catarinense se Ortopedia e Traumatologia

Hospital SOS Cardio

SOS Cárdio

Vidália Medical Center Ltda

Convênio Unimed
Convênio Unimed
Convênio SC Saúde
Convênio Agemed
Convênio Bradesco Saúde
Convênio Cassi Saúde
Convênio Elo Saúde
Convênio Caixa
Convênio Eletrosul Saúde
Convênio Postal Saúde
Convênio Lifeday
Convênio Amil Saúde

Menisco

O menisco é uma estrutura especial feita de um tipo diferente de cartilagem rica em água e colágeno e especializada na absorção de impacto e distribuição de carga na superfície articular. Em cada joelho temos 2 meniscos – lateral na área externa do joelho e medial na interna.

As lesões do menisco são divididas em traumáticas ou degenerativas e apresentam variadas formas e tamanhos, lesões simples ou complexas. As lesões degenerativas podem ser tratadas de maneira conservadora com analgesia, crioterapia, fisioterapia e infiltrações. As lesões traumáticas geralmente são instáveis, e quando sintomáticas devem ser corrigidas através de procedimento cirúrgico.

A cirurgia dos meniscos é feita por artroscopia (cirurgia por vídeo), podendo ser realizada a sua sutura ou apenas o reparo da lesão.

Lesões Ligamentares

As lesões ligamentares do joelho acontecem seguidas de traumas e entorses relacionados a atividades esportivas na sua maioria, podendo estar associadas a lesões da cartilagem e dos meniscos. As lesões podem ser totais ou parciais, isoladas ou combinadas – comprometendo dois ou mais ligamentos.

O ligamento colateral medial é o ligamento mais comumente lesionado do joelho. Algumas lesões ligamentares podem responder satisfatoriamente ao tratamento conservador após período de repouso e fisioterapia.

A indicação do tratamento cirúrgico se dá na presença de instabilidade, referido como falseio ou insegurança pelos pacientes nas atividades esportivas, ou mesmo nas atividades do dia a dia. O tempo de recuperação é variável e depende da gravidade das lesões e do tratamento realizado.

Lesões do LCA

A ruptura ou estiramento do ligamento cruzado anterior é uma das lesões mais comuns no joelho e está altamente associada com entorses durante a prática de esportes de alta demanda física, como o futebol, futebol americano e basquete.

A principal função do ligamento cruzado anterior é conferir a estabilidade rotacional e de deslocamento anterior (para frente) da tíbia em relação ao fêmur.

As lesões do ligamento cruzado anterior que cursam com instabilidade do joelho acarretam em limitação funcional e ao aparecimento de lesões secundárias da cartilagem e dos meniscos, gerando dor e aparecimento de osteoartrite precoce.

Na presença de instabilidade o tratamento cirúrgico da ruptura do ligamento cruzado anterior é necessário. A reconstrução do ligamento por artroscopia (cirurgia por vídeo) utilizando enxerto autólogo é a técnica mais utilizada.

Preferencialmente o enxerto é confeccionado com os tendões flexores do joelho. Esta técnica oferece menos dor pós-operatória, além de melhores resultados estéticos, quando comparados ao enxerto retirado do tendão patelar.

Artrose

O que é Artrose?

A osteoartrose (OA), também conhecida como osteoartrite ou simplesmente artrose, corresponde a um conjunto de patologias que resulta com a perda da cartilagem que envolve os ossos das articulações levando a dor e incapacidade funcional.

Quais são os sintomas da Artrose do Joelho?

Além de provocar dor, sensação de rigidez e edema (inchaço), a osteoartrose pode causar limitações funcionais, tais como:

– Perda/redução da mobilidade do joelho;
– Deformidades.

O que causa a Artrose?

A Artrose pode surgir sem causa aparente, sendo então considerada primária ou idiopática (sem causa conhecida). Ou ter um fator identificado que favoreça o seu aparecimento (fator predisponente), a chamada osteoartrose secundária. As doenças metabólicas, distúrbios anatômicos, excesso de peso, traumatismos, artrites e infecções são causas de OA secundária.

Quais são as formas de tratamento da Artrose?

Existem muitos tratamentos disponíveis para aliviar os sintomas desta doença, bem como para melhorar e preservar a função articular e a qualidade de vida. Tais tratamentos envolvem desde a simples orientação educacional para os doentes até ao uso de medicação, fisioterapia e, em casos extremos, cirurgia.

 

É importante que a pessoa com osteoartrose mantenha boa saúde geral, elimine os fatores de risco, como o excesso de peso corporal, preserve uma boa força muscular e, acima de tudo, reconheça a sua própria responsabilidade no controle do tratamento.

Exercícios, fisioterapia e hidroterapia

Exercer alguma atividade física diária (compatível com a respectiva idade e condicionamento físico) é extremamente importante. Tal conduta melhora o sistema cardiovascular, a sensação de bem-estar e a função mental, além de reduzir a ansiedade, a depressão ou outra forma de stress psicológico que possam estar presentes.

 

Os exercícios devem ser moderados e de baixo impacto. Obviamente, as atividades físicas devem respeitar a gravidade do envolvimento articular, além da saúde geral da pessoa com osteoartrose. Fisioterapia e hidroterapia também são úteis para a prevenção e para o tratamento da osteoartrose.

Tratamento medicamentoso

Muitos medicamentos têm sido utilizados no tratamento da osteoartrose. Os agentes analgésicos, incluindo os anti-inflamatórios não-esteroides (AINE). A injeção local (infiltração articular, ou seja, na própria articulação) também pode estar indicada, desde que administrada por médicos com experiência clínica na área.

Tratamento cirúrgico

Existem diversos procedimentos cirúrgicos que podem trazer benefícios em variadas situações, de acordo com as características de cada caso e as indicações determinadas pelo médico responsável.

Cartilagem

Condromalácia ou Condropatia Patelar é uma doença que acomete os joelhos com muita frequência. O termo condromalácia significa “amolecimento da cartilagem”. Ela ocorre por um excesso de pressão entre a cartilagem da tróclea femoral e a cartilagem da patela. Já o termo condropatia se refere à cartilagem doente. Essa patologia normalmente provoca dor na parte da frente do joelho e estalidos, principalmente quando a pessoa se agacha, corre, se levanta da cadeira ou sobe e desce escadas.

 

O termo mais específico para tal patologia é a Síndrome Femoropatelar.

Como que surge a condromalácia patelar?

A condromalácia é uma doença de evolução muitas vezes lenta. Muitas vezes o joelho incha sem a pessoa sentir dores. Ela ocorre devido a uma hiper pressão (pressão maior que o habitual) entre a patela e o fêmur durante o movimento de flexo extensão (dobrar e esticar) do joelho. Pode ser também provocada por lesões traumáticas agudas ou repetitivas no joelho como, por exemplo, ao realizar chutes repetidos com o joelho ou até mesmo subir e descer escadas, ou ainda cair sobre os joelhos.

Quais os principais sintomas da condropatia patelar?

O principal sintoma é a dor na face anterior do joelho que piora com os movimentos de flexo extensão ativa. A dor é uma queixa comum para subir e descer escadas, pisar na embreagem, abaixar, dor ao levantar depois de ficar muito tempo sentado. Por isso, durante algum tempo, essa doença ficou conhecida como síndrome do cinema.

Quais as formas de tratamento da condromalácia patelar?

O tratamento normalmente é não cirúrgico. Medicação e fisioterapia adequados normalmente curam a condromalácia. Atualmente, existem medicações como o Ácido Hialurônico, que cumpre a função de fazer uma Viscossuplementação no joelho para proteger a cartilagem e repará-la adequadamente. O Ortopedista Especialista em Joelho poderá avaliar melhor e instituir a terapia adequada para cada caso.

Infiltração do Joelho

O que é exatamente a Viscossuplementação / Ácido Hialurônico?

A viscossuplementação é um tipo de tratamento utilizado para repor os fluídos (líquido sinovial) nas articulações com desgaste ou inflamação. De uma forma mais prática, seria como colocar um “lubrificante” entre as estruturas ósseas e cartilaginosas das articulações para que diminua o impacto e a dor. Nos pacientes que possuem inflamação da cartilagem o líquido sinovial, já existente nas articulações do corpo, pode estar menos viscoso que o normal, o que provoca um aumento de atrito maior entre as cartilagens.

 

A viscossuplementação pode proporcionar alívio significante dos sintomas, além de ser um procedimento muito seguro para os joelhos. Ela oferece:

– Alívio da dor significativamente maior do que com placebo;

– Oferece até 6 meses de alívio da dor com uma aplicação;

– Baixa incidência de efeitos colaterais.

Prótese de Joelho (cirurgia)

A prótese do joelho nada mais é do que a substituição total da articulação do joelho por implantes metálicos/sintéticos para aliviar as dores causadas pela artrose em condições avançadas.

 

Se você imaginar o joelho como uma dobradiça, tenha certeza que, na verdade, é muito mais complexo. Para todos os componentes metálicos e sintéticos que constituem a prótese do joelho, devem haver uma congruência e similaridade com as superfícies naturais/anatômicas de um joelho normal. Com base na idade, estilo de vida e condições do joelho do paciente, existem diversas opções de design de prótese que podemos escolher para que o paciente possa retomar à sua vida ativa sem complicações. Em última análise, o cirurgião fará uma recomendação do implante (design e marca) com base em sua habilidade e experiência com um dispositivo em particular, bem como suas circunstâncias e necessidades específicas.

Ortopedista em Florianópolis

Entre em contato

Para agendamento de consultas, entre em contato com uma das instituições abaixo:

InCOT

Medbeautiq

SOS Cárdio

Vidália Medical Center Ltda